Boletim

  

Estatuto Editorial do Boletim do Instituto de Apoio à Criança

O Boletim do Instituto de Apoio à Criança, uma publicação quadrimestral gratuita, resulta da colaboração dos seus técnicos, respondendo ao desejo de divulgar as suas atividades, ou de pessoas especializadas em áreas sobre a Criança, num trabalho de equipa e parceria.

O Boletim do Instituto de Apoio à Criança destina-se aos técnicos das várias áreas relacionadas com crianças e jovens, professores, educadores e público em geral.

O Boletim do Instituto de Apoio à Criança respeita os princípios consagrados na Convenção sobre os Direitos da Criança, de acordo com a missão do Instituto de Apoio à Criança que se assume como promotor dos Direitos da Criança, junto de diferentes entidades, instituições e da comunidade em geral, desenvolvendo esforços no sentido de apoiar e divulgar o trabalho de todos aqueles que se preocupam com a procura de novas respostas para os problemas da infância em Portugal.

O Boletim do Instituto de Apoio à Criança é independente do poder político, do poder económico e de quaisquer grupos de pressão, identificando-se com os valores da democracia pluralista e solidária.

O Boletim do Instituto de Apoio à Criança rege-se pelas seguintes normas de conduta:

  • A utilização de fotografias, documentos ou outros estudos publicados nos seus artigos são devidamente autorizados.
  • As fotografias que permitam a identificação de crianças estão devidamente autorizadas pelo encarregado de educação ou pelo seu responsável legal, permitindo a sua publicação.
  • Os textos ou imagens publicados são cuidadosamente revistos, de modo a não induzir em erro ou distorcer os factos.
  • Segue-se o princípio da separação clara entre factos e opiniões: os primeiros são intocáveis e as segundas são livres.
  • Assegura-se a expressão de opiniões dos seus colaboradores, assim como dos seus leitores.
  • Promove-se e encoraja-se o respeito universal e a observância dos direitos humanos e das liberdades fundamentais para todos, sem discriminação de raça, sexo, idioma ou religião.
  • Considera-se o multiculturalismo uma riqueza dos povos e um bem a respeitar, preservar e desenvolver.
  • Rejeitam-se todas as formas de violência e de exclusão económica, social ou cultural, bem como todas as formas de racismo e de xenofobia.
  • Defende-se a igualdade de direitos e deveres de género.

Apresentação do Boletim do IAC

Histórico

As graves carências existentes em Portugal no domínio da defesa e promoção dos Direitos da Criança, a par da convicção de que existem no país numerosas competências e experiências que urgia congregar e estimular, levaram à decisão de criar um pólo aglutinador de ideias e ações tendentes à melhoria da situação da Criança em Portugal.

O Boletim do Instituto de Apoio à Criança foi criado no início de 1988  e tem publicado, ao longo de mais de 20 anos, artigos assinados por homens e mulheres despojados de ambição de favor próprio, que tiveram sempre a Criança no seu horizonte como raiz da autêntica dignidade humana e que, para além das suas qualidades, também são sócios do Instituto de Apoio à Criança.

FICHA TÉCNICA

Título:
Boletim do Instituto de Apoio à Criança

Proprietário:
Instituto de Apoio à Criança

País de Publicação: Portugal

NIPC: 501 377 662

Sede: Av. da República, 21, 1050-185 Lisboa

Sede da Redação: Av. da República, 21,1050-185 Lisboa

Sede da Impressão: EMPRESA DIÁRIO DO PORTO, Lda.

Rua Igreja de Campanhã, 101 |4300-262 Porto

Língua de Publicação: português

Tiragem:
1.500 (papel)

Disponível em suporte digital para download em www.iacrianca.pt

Distribuição:
envio postal - entrega em atividades - envio por correio eletrónico

Diretora: Clara Castilho

Editora: Cláudia Manata do Outeiro

Colaboradores: técnicos do IAC e associados de grande prestígio

Nº de páginas: 8 a 12     

Separatas Temáticas: geralmente de 4 páginas abordando um só tema. Exemplos: Mediação Escolar, Análise de Níveis de Bem-Estar de Crianças, Linha SOS-Crianças Desaparecidas, Caminhos da Mediação no Projecto Rua, etc.

Ler 34266 vezes
Avenida da República, n.º 21 – 1050-185 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.