Notícias

Semana da Mediação Familiar

semanamediao

14 – 20 Outubro 2019: Estamos na Semana Internacional de Mediação que visa promover a importância da mediação familiar em casos de rapto parental.

A mediação continua a ser uma solução que não é suficientemente utilizada na Europa, embora a investigação levada a cabo pela Missing Children Europe revele que as crianças querem que os seus pais encontrem soluções para estes conflitos e acreditem que a mediação pode ser útil. Hoje, em toda a Europa, as crianças pedem aos pais para trabalharem em acordos quando os pais se separam, através de uma campanha Snapchat.

Na Europa, um continente sem fronteiras, os casamentos internacionais são cada vez mais comuns. Nos últimos anos, houve cerca de 250 mil casamentos entre um estrangeiro e um nacional europeu, e a proporção de casamentos mistos sobre o número total de casamentos foi de 15%.

Em alguns casos, o casamento desmorona e transforma-se num conflito familiar. Quando um pai leva o seu filho para outro país sem a permissão do outro progenitor, lidamos com o rapto parental internacional de crianças. Na Europa, os raptos parentais são responsáveis por ¼ dos casos de crianças desaparecidas comunicados às linhas europeias para crianças desaparecidas.

Ir a tribunal parece ser a solução mais óbvia para resolver conflitos familiares, mas esta experiência pode ser muito traumática não só para os pais, que muitas vezes acabam numa batalha de anos pela custódia legal, mas também para as crianças, que estão presas no meio do conflito. Em vez disso, a mediação familiar internacional provou ser um procedimento mais eficiente e menos conflituoso. Neste contexto, o mediador envolve directamente os pais para encontrarem uma solução que reflicta a situação familiar específica, aceitável para ambas as partes, e coloca as necessidades e bem-estar das crianças no centro do processo.

”As crianças estão convencidas de que os seus pais estão em melhor posição para tomar decisões sobre o seu futuro. Querem que os pais encontrem soluções conjuntas e acreditam que sejam capazes. Porém, quando os conflitos são de maior gravidade, podem precisar de alguma ajuda para se concentrarem no superior interesse dos seus filhos. Então, a mediação pode ser uma excelente ferramenta para lhes proporcionar ajuda. Assim, através do Snapchat, as crianças podem passar uma mensagem clara à sua comunidade, incluindo a família, para se concentrarem no seu interesse e afastarem-se do conflito subjacente.” – Hilde Demarré, Policy Officer na Missing Children Europe.

A mediação é voluntária e de carácter confidencial. Como resultado, os acordos de mediação tendem a funcionar mais a longo prazo, porque ambos os pais consideram-na como uma solução justa. É igualmente menos morosa e o seu custo mais eficaz comparativamente ao litígio judicial.

Comunicado do IAC: Falecimento de Manuela Silva

Manuela Silva

Faleceu hoje Manuela Silva, grande referência no combate à pobreza e à exclusão social.

Foi, com Maria de Lourdes Pintasilgo uma das fundadoras do movimento Graal. Foi também sócia fundadora do Instituto de Apoio à Criança e um exemplo de solidariedade e generosidade.

Antiga Presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, é um nome incontornável que associamos à causa da Dignidade Humana e que será sempre recordada como grande defensora dos direitos dos pobres.

Professora no ISEG, fez múltiplos estudos pioneiros no âmbito do combate à pobreza, designadamente em co-autoria com o Prof. Bruto da Costa, centrados nos indicadores fundados na privação de bens essenciais e que revelam pobreza infantil. No mês em que se assinala o Dia Internacional pela erradicação da Pobreza, perdemos uma voz que dedicou a maior parte da sua vida a combatê-la.

Lembrá-la-emos sempre, homenageando a sua dedicação e compromisso com os Direitos Humanos.

6ª Edição do Prémio de Jornalismo Direitos da Criança em Notícia

forum

6ª Edição do Prémio de Jornalismo Direitos da Criança em Notícia

O Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens convida os/as profissionais dos meios de Comunicação Social portugueses a participar na Edição de 2019 do Prémio Os Direitos da Criança em Notícia.

Nesta 6ª Edição, o Prémio tem o apoio da SPA – Sociedade Portuguesa de Autores.

Podem concorrer os trabalhos que tenham sido publicados em Portugal, entre janeiro e dezembro de 2019. A data limite de entrega é 17 de janeiro de 2020.

As candidaturas devem ser feitas através do preenchimento do formulário de candidatura.

Para mais informações consulte os seguintes documentos:

Convite

Contextualização

Regulamento

Orientações para uma Cobertura Jornalística Baseada nos Direitos das Crianças

Pode consultar aqui a lista de premiados da 5ª edição do Prémio de Jornalismo

O Instituto de Apoio à Criança é membro do Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens, desde a sua criação em junho de 2011.

 

Convite «Fátima Campos Ferreira entrevista Manuela Eanes»

convite email manuela AZUL CORTE INGLES

No dia 28 de junho, 6ª .feira , às 18.30 h., no El Corte Inglés, em Lisboa (Sala de Âmbito Cultural - Piso 6), vai ser lançado o livro «Fátima Campos Ferreira entrevista Manuela Eanes», com prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República.

A apresentação será feita pela Dra. Leonor Beleza.

Os Direitos de Autor deste livro revertem a favor do Instituto de Apoio à Criança.

“Nos primeiros cinco meses de 2019, o SOS-Criança, do Instituto de Apoio à Criança, interveio em cerca de 1800 situações.”

logotipo sos crianca contorno branco

“Nos primeiros cinco meses de 2019, o SOS-Criança, do Instituto de Apoio à Criança, interveio em cerca de 1800 situações.”

Neste dia 1 de junho, em que se assinala o Dia Mundial da Criança, o Instituto de Apoio à Criança, recorda que, desde 1982, presta serviços gratuitos de utilidade pública, relevantes, e acessíveis a toda a comunidade, comprovando cada vez mais a pertinência da sua existência e a qualidade do seu trabalho na defesa e promoção dos Direitos da Criança.

O IAC intervém com especial enfoque na área da criança maltratada, negligenciada, abusada sexualmente, desaparecida ou privada de meio familiar securizante, trabalhando, diariamente com crianças e suas famílias, em diversos contextos e em diferentes áreas.

O SOS-Criança, serviço técnico especializado e único no nosso país, é uma mais-valia a nível nacional e internacional e tem como principal missão ouvir e dar voz à Criança, nas suas diferentes valências.

O SOS-Criança ajuda a Criança, o Jovem e a Família através da linha telefónica gratuita 116111, por E-mail (Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.), Chat (http://www.iacrianca.pt) - das 9h às 19h, todos os dias úteis.

As situações de Crianças Desaparecidas e abusadas sexualmente dispõem do número gratuito 116000 (24h/365). Neste âmbito, é de salientar a intervenção incisiva do IAC, que juntamente com os seus parceiros, a nível nacional e internacional, se tem revelado imprescindível.

Para além do Atendimento Psicológico e Jurídico gratuito, o SOS-Criança conta ainda com uma equipa de Mediação Escolar, a nível nacional, que promove, integra e autonomiza Gabinetes de Apoio ao Aluno e à Família, com o objetivo de combater o insucesso, o abandono, o absentismo, o bullying, a violência escolar e os comportamentos aditivos.

Recentemente, o SOS-Criança desenvolveu o projeto da Escola Alfaiate, que se constitui como uma nova forma de olhar o aluno, agindo em benefício de uma educação à medida de cada criança do Ensino Básico. Esta nova ação promove as condições psicológicas, sociais e pedagógicas que contribuem para a consolidação do sucesso escolar e do projeto de vida de cada criança. A Escola Alfaiate pretende ser inclusiva, e à medida de cada aluno. Com o respeito pelas diferenças e com espírito de cooperação é possível humanizar o espaço escolar e a vida de todos os seus intervenientes.

Nos primeiros cinco meses de 2019, o SOS-Criança, do Instituto de Apoio à Criança, interveio em cerca de 1800 situações que direta ou indiretamente envolviam crianças, que precisaram de proteção e apoio.

Manuel Coutinho

Secretário-Geral do IAC

Lisboa, 31 de Maio de 2019

Concerto a favor do IAC

Dia Solidario 2019 cartaz

Fundada em 2012, a Escola de Música do Colégio Moderno organiza todos os anos, no quadro das suas atividades culturais, um concerto público no Teatro Nacional de São Carlos, cujos proventos têm revertido a favor de uma instituição sem fins lucrativos.

Este ano em que se comemoram os 36 anos da existência do IAC, entendeu a Direção do Colégio Moderno atribuir a este Instituto a verba obtida com a realização do concerto que terá lugar no Teatro Nacional de São Carlos, como habitualmente, no próximo dia 22 de junho, sábado, pelas 21 horas.

Convidamos todos os nossos associados, amigos e parceiros a estarem presentes, apoiando o IAC e usufruindo, simultaneamente, de um belo espetáculo musical.

Os bilhetes podem ser adquiridos na secretaria do Colégio Moderno e o seu custo é de 10 solidários.

Mais informações: tel. 217991840 ou email “Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.

Programa

Conferência de encerramento da Pós-Graduação em Direito das Crianças

Conferencia Encerramento Direito Crianas

A Dra. Dulce Rocha irá participar na conferência de encerramento da Pós-Graduação em Direito das Crianças nesta 6.f, dia 7 de junho, às 16h. na Faculdade de Direito de Lisboa da Universidade Católica.

Programa “Estou aqui” 2019: Reserve já a sua pulseira !

estou aqui 2019

Este programa consiste na distribuição de pulseiras gratuitas para ajudar pais e educadores a localizar crianças perdidas durante o Verão.

As pulseiras podem ser adquiridas nas esquadras da PSP de todo o país, devendo posteriormente ser feita a ativação da pulseira através da página da internet do programa https://estouaqui.mai.gov.pt/Pages/Home.htm

Esta edição do programa “Estou Aqui!” começa no sábado, dia 1 de junho de 2019, e é dirigido a crianças entre os dois e os dez anos.

Esta iniciativa da Polícia de Segurança Pública tem como parceiros, além do IAC, a Missing Children Europe, a SGMAI, a Altice, a MEO e a Rádio Comercial.

Na edição anterior o programa permitiu abranger mais de 68.000 crianças.

 

Avenida da República, n.º 21 – 1050-185 LISBOA +351 213 617 880Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.