Português (pt-PT)
botao_donativos facebook_32
Ínicio Apresentação


IRS 2013


exposicao

palavrasatos

historias_com_direitos

Apresentação

sos_criancaCRIAÇÃO DO SOS-CRIANÇA

Em 1988, o Instituto de Apoio à Criança criou o SOS-Criança, como serviço anónimo e confidencial, de apoio às Crianças, Jovens, Famílias, Profissionais e Comunidade, de âmbito nacional e internacional.

O SOS-Criança nasceu de um sonho da Drª. Aurora Fonseca, com a vocação de ouvir e dar voz à Criança e ao Jovem, promovendo e defendendo os seus direitos. Este serviço tem como objectivo dar apoio à Criança em Portugal, principalmente à Criança em risco, maltratada e/ou abusada sexualmente, desaparecida, desintegrada na escola, com conflitos com os pais, que se sente rejeitada ou tem ideação suicida, procurando encontrar soluções para estas situações-problema.

O SOS-Criança é acima de tudo um serviço de prevenção que pretende actuar antes que a situação de risco se concretize.

 

OBJECTIVOS GERAIS:

- Promover e Defender os Direitos da Criança;

- Ouvir e dar Voz à Criança e ao Jovem;

- Apoiar a Criança e a Família;

- Promover a integração social da Criança e da Família;

- Contribuir para o desenvolvimento harmonioso e integral da Criança e do Jovem;

- Garantir à Criança o direito à palavra, protecção em situação de risco/ou mau trato, quando privada de afeição, isolada, abandonada, ameaçada de agressão física, sexual, negligenciada ou obrigada a trabalhar prematuramente;

- Sensibilizar as estruturas oficiais e particulares, e da sociedade em geral, para a problemática da Criança;

- Combater as situações de desaparecimento, rapto, e abuso sexual de Crianças;

- Prevenir situações de perigo ou problema.

 

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS:

- Informar e/ou Orientar

Esclarecer e/ou orientar o utente com o objectivo de o munir de conhecimentos suficientes para que possa fazer as suas escolhas e opções.

- Apoiar

A partir de criação de uma relação baseada na compreensão e na humanização, pretende-se incrementar auto confiança e auto-estima, estimulando as capacidades de reacção do utente e mobilizando-o para mudar a sua situação.

- Acompanhar

O Acompanhamento das situações junto das entidades competentes visa aferir o ponto da situação em que a mesma se encontra, promovendo um trabalho de parceria multidisciplinar.

- Encaminhar

O Encaminhamento consiste no registo de dados e no contacto telefónico (escrito ou personalizado), com as instituições que, na comunidade, analisam o problema apresentado e, intervêm na identificação da resposta adequada.

O Encaminhamento baseia-se assim na articulação dos recursos existentes na comunidade envolvente, com o objectivo de garantir a sua eficácia, procurando igualmente rentabilizar os recursos a nível técnico, material e psico-social em prol do sujeito.

- Reflectir

Ajudar a pensar sobre os problemas apresentados, no sentido de se contribuir para a procura de respostas cuja compreensão das mesmas possa contribuir para minorar o problema.

- Reavaliar

A Reavaliação das situações-problema, consiste numa análise posterior do encaminhamento efectuado, de modo a não se trabalharem só as respostas, mas igualmente avaliar o processo de encaminhamento, possibilitando corrigir metodologias e melhorar a eficácia e a qualidade da nossa intervenção.

- Mediar

Estabelecer pontos de diálogo entre pessoas, pessoas e instituições e entre instituições, no sentido de potenciar a eficácia da resposta.

 

DESTINATÁRIOS

O SOS Criança é um serviço de âmbito nacional, que tem como populações-alvo:

- Crianças e jovens até aos 18 anos;

- Suas famílias;

- Profissionais que trabalham nestas áreas;

- Cidadãos com preocupações neste âmbito.

 

A EQUIPA

Nas suas diferentes valências, o SOS-Criança dispõe de uma equipa técnica constituída por:

- Psicólogos (Áreas de Clínica e Clínica e Aconselhamento);

- Assistentes Sociais;

- Educadores de Infância;

- Mediadores Escolares;

- Juristas.

 

VALÊNCIAS DO SOS-CRIANÇA

O SOS-Criança desenvolve a nível nacional respostas à Criança, Jovem e Família, através de:

- Atendimento Telefónico

Linha SOS-Criança

Linha SOS-Criança Desaparecida

- E-mail

- Atendimento Personalizado

Social

Jurídico

Psicológico

- Mediação Escolar

 

ATENDIMENTO TELEFÓNICO

No âmbito do SOS-Criança, o Atendimento Telefónico especializado, criado em 1988, é a valência mais procurada e a mais conhecida do público em geral. O Atendimento Telefónico é um serviço pioneiro em Portugal que, tem como objectivo ajudar anónima e confidencialmente, através do diálogo, atento e disponível todas as Crianças, Jovens e Adultos que contactam, solicitando apoio ou apresentando situações-problema relativas a crianças ou jovens em geral e, em risco em particular. Em 1992, o Atendimento Telefónico passou a dispor de um serviço específico para encaminhamento de situações. Em 2004, com o intuito de combater as situações de desaparecimento, rapto e abuso sexual, foi criada a valência do SOS-Criança Desaparecida, que se encontra acessível através do número de telefone gratuito 116 000.

 

Metodologia de Funcionamento:

A Linha SOS-Criança encontra-se disponível através do número 217 931 617, e do número gratuito 116 111.

No Atendimento Telefónico cada técnico tem um nome de código para que possa ser garantido duplo anonimato.

A partir da descrição que é feita no telefone o caso será objecto de intervenção por parte da equipa. O encaminhamento consiste na triagem, registo de dados e contacto telefónico, escrito ou personalizado, por parte do técnico, com as entidades que, na comunidade, analisam o problema apresentado e formulam o plano de intervenção

 

E-MAIL: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

O E-Mail, que surge em 2001, não é mais que a carta dos tempos modernos, preferida por muito utilizadores do Serviço de Apartado.

 

Metodologia de Funcionamento:

Os apelos recebidos via e-mail, são igualmente analisados e encaminhados, dando uma resposta assertiva a quem solicita a nossa intervenção.

 

ATENDIMENTO PERSONALIZADO

(Social - Jurídico - Psicológico)

O Atendimento Personalizado, surge em 1994, com o objectivo de responder a questões de natureza Sócio-Jurídica. Em 2000 foi complementado com a vertente Psicológica, pretendendo dar resposta à multiplicidade de situações e solicitações que vão chegando de todo o país. Este é um serviço gratuito e especializado que complementa o Atendimento Telefónico.

Metodologia de Funcionamento:

Os técnicos do SOS-Criança dão apoio especializado a uma multiplicidade de situações, nomeadamente às solicitadas pelas Escolas, ou às provenientes de apelantes que anteriormente contactaram o Atendimento Telefónico.

Pode ainda haver necessidade de fazer Atendimentos Personalizados para complementar informações, oriundas de outras valências do SOS-Criança, ou para fazer a triagem e apoiar situações especiais para as quais o apelante não encontrou a resposta e/ou o apoio pretendido na comunidade.

 

SOS-CRIANÇA - OUTRAS VALÊNCIAS

Supervisão de Estágios

Desde 1990 e através de protocolos estabelecidos com diferentes Universidades e Institutos Superiores, o SOS Criança acolhe estagiários de Serviço Social, Psicologia, Educadores Sociais, Política Social, Sociologia e Animadores Culturais. A experiência, os conhecimentos e a sensibilidade para com as questões relacionadas com problemáticas da Criança, permitirão uma melhor integração dos alunos no mundo laboral.

 

Formação

O SOS-Criança promove acções de formação a diferentes grupos-alvo, nomeadamente professores, educadores, mediadores, alunos, forças de segurança, entre outros.As acções de formação e/ou sensibilização, ministradas desde 2000 pelos técnicos do serviço, têm servido, sobretudo como acções de partilha e de contributo para a prevenção e salvaguarda dos Direitos da Criança.